Em nove meses, Neoenergia Cosern recupera energia suficiente para abastecer Caicó por 70 dias

As mais de 28 mil inspeções realizadas por equipes técnicas da Neoenergia Cosern em todos os municípios do Rio Grande do Norte resultaram, de janeiro a setembro deste ano, na recuperação de 16,7 milhões de KWh de energia elétrica.

Esse quantitativo é suficiente para abastecer 51.020 residências por 70 dias ou um município do porte de Caicó pelo mesmo período.

A recuperação de energia se deu através das ações da Operação Varredura e chamam a atenção para os riscos que envolvem as instalações elétricas irregulares nos postes e áreas internas de residências e empreendimentos comerciais de todos os portes. A Operação Varredura ocorre ao longo de todos os meses, todos os anos, nos 167 municípios potiguares.

A fraude ocorre quando o consumidor já é cliente da distribuidora e manipula o medidor de energia com o objetivo de reduzir o consumo faturado. O furto consiste em desviar energia diretamente da rede elétrica sem a medição do consumo e o conhecimento da concessionária. Os riscos de acidentes que podem levar o executor do serviço ilegal à morte são elevados.  Até agora, cinco pessoas foram presas cometendo furto de energia, incluindo o proprietário de um circo instalado em Parnamirim em agosto passado.

“Ao longo deste ano, reforçamos as ações de combate às ligações clandestinas de energia e, em 112 delas, realizamos uma operação conjunta com as forças de segurança estadual. O combate aos populares “gatos” é de extrema importância para a segurança da população, para a segurança dos nossos colaboradores e prestadores de serviços, e para que possamos manter a elevada qualidade no fornecimento de energia aos nossos mais de 1,5 milhão de clientes em todo o Rio Grande do Norte”, ressalta Ângela Barreto, gerente de Recuperação de Receita da Neoenergia Cosern.

Riscos

A distribuidora reforça que os “gatos”, como são popularmente conhecidas as ligações clandestinas, representam riscos para a segurança de quem os realiza e da população. Além disso, o furto de energia prejudica o fornecimento de energia da região, podendo causar graves problemas para a rede elétrica e ocasionar a interrupção do abastecimento. O furto de energia é crime previsto no artigo 155 do Código Penal Brasileiro, com pena de até oito anos de reclusão. Por isso, é importante a denúncia de fraudes e furtos de energia.

O apoio da comunidade é essencial para identificar os desvios e acionar a distribuidora. Os consumidores que se sentirem lesados com essa prática criminosa (uma vez que o prejuízo causado pelos desvios é dividido por todos) podem denunciar, de forma anônima, por meio do telefone 116. Há ainda o número de WhatsApp (84) 3215-6001 e o site da Neoenergia Cosern (www.neoenergia.com/rn).

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Descubra mais sobre Portal Ouro Branco Notícias

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading