Lula anuncia criação de 100 novos Institutos Federais que abrirão 140 mil vagas em cursos

O presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, anunciou, na manhã desta terça (12/3), a criação de 100 novos Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia (IFs).

A iniciativa alcança todas as Unidades da Federação e gera 140 mil novas vagas, a maioria em cursos técnicos integrados ao ensino médio. O lançamento foi feito com a participação dos ministros Camilo Santana (Educação) e Rui Costa (Casa Civil), em cerimônia no Salão Nobre do Palácio do Planalto.

Por meio do Novo Programa de Aceleração do Crescimento (Novo PAC), serão investidos R$ 3,9 bilhões em obras (sendo R$ 2,5 bilhões para a criação de novos campi e R$ 1,4 bi para a consolidação de unidades dos IFs já existentes), como a construção de refeitórios estudantis, ginásios, bibliotecas, salas de aula e aquisição de equipamentos. Cada nova unidade tem custo estimado de R$ 25 milhões, sendo R$ 15 milhões para infraestrutura e R$ 10 milhões para aquisição de equipamentos e mobiliário.

O objetivo da nova expansão da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica é aumentar a oferta de vagas na educação profissional e tecnológica (EPT), criando oportunidades para jovens e adultos, especialmente os mais vulneráveis. A construção de novos campi nos municípios impacta o setor da construção civil, além de gerar emprego e renda. As novas escolas, quando estiverem em funcionamento, levarão desenvolvimento local e regional.

O programa de expansão dos IFs marca a retomada de investimentos na criação de novas unidades de Institutos Federais no Brasil, quase 10 anos após a última expansão estruturada da Rede Federal. Também celebra uma das políticas educacionais mais bem sucedidas no âmbito da educação profissional, que permitiu que a educação pública de qualidade chegasse às localidades mais distantes dos grandes centros e da capital dos estados, tornando-se uma das redes mais capilarizadas na oferta de cursos técnicos, superiores e de pós-graduação.

Histórico – Em 29 de dezembro de 2008, o então Presidente Luiz Inácio Lula da Silva sancionou a Lei nº 11.892, criando 38 Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia.  Até 2002, o Brasil tinha 140 escolas técnicas. Nos Governos Lula e Dilma, houve a maior expansão da história da Rede Federal, que é formada pelos IFs; pelos Centros Federais de Educação Tecnológica (Cefets); pelas Escolas Técnicas Vinculadas às Universidades; e pelo Colégio Pedro II. Foram criados 422 campi entre os anos de 2005 e 2016, sendo 214 entre 2005 e 2010, além de 208 entre 2011 e 2016. Nesse período, também foram entregues ou incorporadas à Rede outras 92 unidades. Atualmente, são 682 unidades e mais de 1,5 milhão de matrículas. Com os novos 100 campi, a Rede Federal passa a contar com 782 unidades, sendo 702 campi de IFs.

Confira a lista completa dos 100 novos campi:

REGIÃOUFNOVAS UNIDADESMUNICÍPIOS
NordesteTotal: 38BA8Santo Estevão, Ribeira do Pombal, Itabuna, Macaúbas, Poções, Salvador, Ruy Barbosa e Remanso
PE6Goiana, Santa Cruz do Capibaribe, Recife, Araripina, Águas Belas e Bezerros
CE6Fortaleza (2), Cascavel, Mauriti, Campos Sales e Lavras de Mangabeira
MA4Chapadinha, Colinas, Balsas e Amarante do Maranhão
PB3Mamanguape, Sapé e Queimadas
RN3Touros, São Miguel e Umarizal
PI3Barras, Esperantina e Altos
AL3Girau do Ponciano, Mata Grande e Maceió
SE2Japaratuba e Aracaju
SulTotal: 13PR5Maringá, Araucária, Cianorte, Cambé e Toledo
RS5Caçapava do Sul, São Luiz Gonzaga, São Leopoldo, Porto Alegre e Gramado
SC3Tijucas, Campos Novos e Mafra
SudesteTotal: 27SP12São Paulo (Jardim Ângela e Cidade Tiradentes), Osasco, Santos, Diadema, Ribeirão Preto, Sumaré, Franco da Rocha, Cotia, Carapicuíba, São Vicente e Mauá
MG8João Monlevade, Itajubá, Sete Lagoas, Caratinga, São João Nepomuceno, Belo Horizonte, Minas Novas e Bom Despacho
RJ6Rio de Janeiro (Cidade de Deus e Complexo do Alemão), Magé, Belford Roxo, Teresópolis e São Gonçalo
ES1Muniz Freire
NorteTotal: 12PA5Barcarena, Redenção, Tailândia, Alenquer e Viseu
AM2Santo Antônio do Içá e Manicoré
RO1Buritis
TO1Tocantinópolis
AC1Feijó
AP1Tartarugalzinho
RR1Rorainópolis
Centro-OesteTotal: 10GO3Cavalcante, Porangatu e Quirinópolis
MT3Água Boa, Colniza e Canarana
DF2Sol Nascente e Sobradinho
MS2Paranaíba e Amambaí

Por: Ministério da Educação (MEC), com informações da Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica (Setec)

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Descubra mais sobre Portal Ouro Branco Notícias

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading