RN possui metade da população com sobrepeso, alerta especialista

A obesidade é considerada uma doença crônica e no último semestre de 2023, 56,8% da população brasileira estava com sobrepeso ou obesas. Os dados são do Covitel, o Inquérito Telefônico de Fatores de Risco para Doenças Crônicas não Transmissíveis em Tempos de Pandemia, também apresenta que a maior parte dessa população com sobrepeso ou obesas estão na faixa etária de 45 a 54 anos (68,5%).

O dado nacional se aproxima dos números locais. De acordo com o relatório de estado nutricional do Sistema de Vigilância Alimentar e Nutricional (SISVAN) do Ministério da Saúde, cerca de 55% dos adultos no Rio Grande do Norte estavam com sobrepeso em setembro de 2023. Atualmente, médicos e cirurgiões apresentam a cirurgia bariátrica e metabólica como um caminho eficaz para a perda de peso e tratamento de doenças associadas à obesidade.

A cirurgia bariátrica e metabólica é um procedimento cirúrgico conhecido popularmente como “cirurgia de redução do estômago” e é indicada para pacientes que possuem o Índice de Massa Corpórea (IMC) acima de 40. O IMC é o cálculo realizado a partir do peso e altura do paciente. Desta forma, pessoas que possuem o IMC alto ou que sofrem com doenças associadas à obesidade, como hipertensão, diabetes tipo 2, gordura no fígado, dentre outras comorbidades, têm indicação para realizar a cirurgia bariátrica.

Para que o procedimento possa ser executado, é necessário que o paciente expresse a vontade de realizá-lo e esteja disposto a mudanças de hábitos, como inserir ou reforçar a prática de exercícios físicos e manter uma alimentação saudável.

Segundo o cirurgião do aparelho digestivo do Hospital Promater, João Carlos da Silva Filho, o procedimento tem colaborado muito na melhoria da qualidade de vida dos pacientes.

“A cirurgia bariátrica e metabólica tem ajudado a saúde dos pacientes que procuram o Hospital Promater. Ela geralmente tem uma indicação relacionada ao sobrepeso ou de doenças associadas ao IMC, como pressão alta, diabetes, problemas de locomoção, dentre outros”, ressalta o médico.

A partir do momento que o paciente tem a indicação de realizar o procedimento cirúrgico, ele começa a ser acompanhado por uma equipe multidisciplinar de profissionais da saúde, como endocrinologista, cirurgião do aparelho digestivo, nutricionista, psicólogo, cardiologista, dentre outros. Além disso, o Hospital Promater possui equipamentos tecnológicos de última geração e profissionais especializados.

Após a realização da cirurgia bariátrica, a pessoa que passou pelo procedimento segue sendo acompanhada pela equipe multidisciplinar do Hospital, principalmente para garantir total recuperação e manutenção da saúde do paciente.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Descubra mais sobre Portal Ouro Branco Notícias

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading