13.8 C
Ouro Branco

Qual é o salário de um prefeito? Veja ranking das capitais

Anúncios

As eleições de 2024, com primeiro turno marcado para o dia de 6 de outubro, irão eleger prefeitos nos 5.568 municípios brasileiros.

Segundo a Constituição Federal, o salário desses políticos é definido pela Câmara Municipal de cada cidade, de forma que a remuneração para o cargo pode ter valores diferentes em todo o país. Ela só precisa ser menor que a de um ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), categoria que passará a ganhar R$ 44 mil em 2024.

Um levantamento feito pela CNN mostra quanto os prefeitos das 26 capitais ganham. Os valores, considerando o salário líquido – isto é, com os descontos já feitos –, ficam entre R$ 10,4 mil e R$ 36,9 mil.

A maior remuneração é a do prefeito de Aracaju – hoje, Edvaldo Nogueira (PDT) –, que ganha R$ 36.995,39 por mês para comandar o município com população aproximada de 665 mil pessoas.

A quantia é quase R$ 10 mil a mais do que o salário do prefeito paulistano – atualmente, Ricardo Nunes (MDB) –, que recebe R$ 27.244,62.

A cidade de São Paulo, que é a mais populosa do país, aparece em terceiro lugar no ranking dos salários de prefeito das 26 capitais, atrás também de João Pessoa (PB), que hoje é comandada por Cícero Lucena (PP). Lá, o prefeito recebe R$ 30.879,78.

Na parte de baixo do ranking, se encontram os prefeitos de cidades como Macapá, Vitória e, em último lugar, Rio Branco. O chefe do Executivo da capital do Acre, cargo atualmente ocupado por Tião Bocalom (PP), ganha R$ 10.419,16 mensais, valor que representa mais de sete vezes o valor reajustado do salário mínimo, de R$ 1.412.

Confira a lista completa:

  1. Aracaju (R$ 36.995,39)
  2. João Pessoa (R$ 30.879,78)
  3. São Paulo (R$ 27.244,62)
  4. Belo Horizonte (R$ 26.343,28)
  5. Florianópolis (R$ 26.198,15)
  6. Curitiba (R$ 25.779,64)
  7. Rio de Janeiro (R$ 24.751,97)
  8. Natal (R$ 23.449,17)
  9. Palmas (R$ 21.741,36)
  10. Goiânia (R$ 21.489,55)
  11. Porto Velho (R$ 21.464,92)
  12. Manaus (R$ 19.824,17)
  13. Recife (R$ 18.792,17)
  14. Salvador (R$ 18.741,09)
  15. Belém (R$ 18.591,92)
  16. São Luís (R$ 18.507,46)
  17. Teresina (R$ 17.690,57)
  18. Boa Vista (R$ 17.188,07)
  19. Porto Alegre (R$ 16.666,90)
  20. Campo Grande (R$ 15.642,16)
  21. Fortaleza (R$ 15.588,15)
  22. Cuiabá (R$ 14.971,45)
  23. Maceió (R$ 14.746,17)
  24. Macapá (R$ 14.221,59)
  25. Vitória (R$ 12.705,25)
  26. Rio Branco (R$ 10.419,16)

A cidade de Brasília não consta na lista porque foi construída para ser exclusivamente a capital do país, funcionando como uma unidade federativa autônoma.

Sua gestão é feita pelo governo do Distrito Federal, responsável pelas funções que seriam desempenhadas pela prefeitura, como o gerenciamento da saúde, da educação e do transporte público, por exemplo.

Como consultar o salário do prefeito da sua cidade?

O levantamento produzido pela CNN foi baseado em dados públicos, que podem ser consultados no Portal da Transparência de cada município – seja ele uma capital ou não.

Além de consultar os gastos com funcionários públicos também é possível verificar todas as despesas e receitas da cidade, os gastos com fornecedores e os valores empenhados em programas, ações e projetos do governo municipal.

As cidades que não disponibilizarem suas informações estarão sujeitas às sanções previstas na Lei de Responsabilidade Fiscal, que impedem, por exemplo, que a cidade receba transferências do governo federal.

Mais artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimos artigos