14.8 C
Ouro Branco

Palmeiras tenta blindar Abel de críticas

Anúncios

O comportamento de Abel Ferreira na Supercopa do Brasil rendeu uma série de críticas e cobranças ao treinador, e o Palmeiras conta com algumas “armas” para tentar blindar o português. Desde a conquista inédita, o clube saiu em defesa do técnico em duas oportunidades: pelos chamados “ataques irresponsáveis” de alguns jornalistas e também do pedido de punição feito pela Fenapaf ao STJD.

Além disso, o clube auxiliou na reaproximação de Abel com sua filha mais velha, Maria Inês. Após vitória sobre o Mirassol, o comandante contou que recebeu uma carta da menina, e apontou o bilhete como seu “maior título como pai e treinador”. O português veio para o Palmeiras sozinho e nunca escondeu a saudade dos familiares.

Tanto que só aceitou renovar seu contrato com o clube, em março de 2022, após a esposa e as duas filhas concordarem em morar no Brasil; Após a conquista da Libertadores de 2020, por exemplo, Abel afirmou que era um “pior pai e marido” por estar longe dos familiares por causa da carreira.

Apoio da torcida

A sequência de jogos diante da torcida também é um ponto a favor do clube. No sábado, o Palmeiras encara o Santos e, apesar de o jogo ser no Morumbi, terá torcida única, e ela será alviverde. O reencontro com o Allianz Parque será poucos dias mais tarde, na quinta-feira (9), contra a Inter de Limeira, também pelo Campeonato Paulista.

Apesar das recentes críticas de parte da torcida, Abel foi preservado. O foco dos torcedores foi a presidente Leila Pereira e a falta de reforços neste início de ano.

Identificação

Abel sempre deixou claro sobre o quanto se sente à vontade no Palmeiras, e reiterou isso após a vitória sobre o Mirassol. O treinador tem contrato com o Palmeiras até o fim de 2024. Ele chegou ao clube no fim de 2020.

Mais artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimos artigos