19.7 C
Ouro Branco

OAB decreta luto após assassinato de advogada no RN

Anúncios

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) formalizou um período de luto de três dias em decorrência do assassinato da advogada Brenda dos Santos Oliveira, ocorrido nesta terça-feira (30), no município de Santo Antônio/RN.

Brenda, que desempenhava um papel na defesa do suspeito pelo assassinato de Vitor Costa, foi vítima de disparos, juntamente com o próprio suspeito, enquanto exercia suas funções profissionais.

O Conselho Federal da OAB, por meio de sua diretoria e da Comissão de Defesa das Prerrogativas e Valorização da Advocacia, solicitou imediatamente ao secretário de Segurança Pública do Estado uma investigação rigorosa sobre o caso.

No mesmo dia, o presidente da OAB/RN, Aldo Medeiros, nomeou a Comissão da Advocacia Criminal para acompanhar o inquérito policial, liderada por Anesiano Ramos. Adicionalmente, a Subseção de Goianinha foi incumbida de facilitar a assistência necessária aos familiares de Brenda dos Santos Oliveira, em nome da Seccional.

Confira a nota oficial da entidade:

O Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (CFOAB), a Seccional no Rio Grande do Norte (OAB/RN) e sua Caixa de Assistência (CAARN) receberam, com profunda indignação, a notícia sobre o assassinato da jovem advogada Brenda dos Santos Oliveira.

A advogada estava em pleno exercício de sua profissão quando foi alvo de um ato de violência injustificável, no município de Santo Antônio, no interior do Rio Grande do Norte.

De imediato, a OAB/RN, por meio de sua diretoria e da Comissão de Defesa das Prerrogativas e Valorização da Advocacia, requereu ao secretário de Segurança Pública do Estado o acompanhamento rigoroso das investigações.

Ainda na tarde desta terça-feira (30), foi designada pelo presidente da OAB/RN, Aldo Medeiros, que a Comissão da Advocacia Criminal, por meio de seu presidente, Anesiano Ramos, acompanhe o inquérito policial instaurado pela Polícia Civil. Também foi decretado luto oficial de três dias e designado que a Subseção de Goianinha intermedeie a assistência necessária aos seus familiares, a ser prestada pela Seccional.

O crime contra uma advogada em seu exercício profissional, além de uma violência bárbara, é um ataque direto ao Estado Democrático de Direito. O Sistema OAB seguirá vigilante para que o crime não caia na vala da impunidade.

Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil

Ordem dos Advogados do Brasil no Rio Grande do Norte

Caixa de Assistência dos Advogados do Rio Grande do Norte

Mais artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimos artigos