25.1 C
Ouro Branco

Redução no número de ataques criminosos no Rio Grande do Norte chega a 93%

Anúncios

Violência e criminalidade estão diminuindo no Rio Grande do Norte, graças à ação cada vez mais forte das forças de segurança do estado.

A intensificação do patrulhamento nas ruas da capital, região metropolitana e interior tem sido fundamental para isso. Mais de 1.000 policiais – homens e mulheres da Força Nacional, de estados vizinhos, da Polícia Rodoviária Federal e da Polícia Penal Federal – estão em território potiguar ajudando as forças de segurança locais.

Além do reforço no efetivo humano e viaturas, o apoio de quatro helicópteros, somados ao Potiguar 01 (aeronave da SESED-RN), também foi fundamental para ampliar a vigilância e ação das forças de segurança. Para somar esforços, helicópteros das Secretarias de Segurança Pública do Ceará e Paraíba, da Polícia Rodoviária Federal e o próprio Potiguar 01 estão realizando voos diários na capital e na Grande Natal. Já para Mossoró e região Oeste, a PRF disponibilizou um helicóptero, totalizando cinco aeronaves em atividade policial no RN.

Os resultados dessas ações são evidentes, com a redução significativa no número de ataques criminosos no estado. Na terça-feira (14), foram registrados 105 ataques. Já no domingo (19), foram apenas sete. A redução no número de ataques criminosos no RN chega a 93%, o que demonstra a efetividade das operações em curso.

Todo o efetivo da Polícia Militar, Polícia Civil, Polícia Penal, Corpo de Bombeiros e Instituto Técnico-Científico de Perícia está empregado no trabalho ostensivo, preventivo, de investigação e perícia. “Nossa missão é devolver a tranquilidade e a paz ao povo potiguar. Não recuaremos. Avançaremos”, afirma o secretário da Segurança Pública e da Defesa Social, coronel Araújo Silva.

Volta a normalidade no Rio Grande do Norte

A população do Rio Grande do Norte pode ter a certeza de que as forças de segurança estão trabalhando incansavelmente para garantir a paz e a segurança no estado. O apoio do Governo Federal e de outras unidades da federação tem sido fundamental para o sucesso dessas operações e a redução da criminalidade.

Mais artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimos artigos