19.7 C
Ouro Branco

Ministério da Justiça determina que PF apure assassinatos de Marielle e Anderson Gomes

Anúncios

O Ministério da Justiça e Segurança Pública determinou a abertura de inquérito da Polícia Federal (PF) para investigar as mortes da vereadora carioca Marielle Franco e do motorista dela, Anderson Gomes, assassinados em 2018.

Pelo Twitter, o ministro da pasta, Flávio Dino, afirmou que o objetivo é ampliar a colaboração do poder federal sobre as investigações. O crime completará cinco anos no próximo dia 14 de março.

Ministério da justiça determina que PF apure assassinatos

Na última semana, Dino se reuniu com o procurador-geral de Justiça do Rio de Janeiro, Luciano Mattos, e anunciou uma força-tarefa para garantir o avanço das investigações sobre o crime. Os dois acusados de execução, Ronnie Lessa e Élcio de Queiroz, estão presos desde 2019, mas os mandantes nunca foram identificados.

Marielle e Anderson foram mortos na noite de 14 de março de 2018. A vereadora retornava para casa, levada pelo motorista, após participar de um evento no centro do Rio de Janeiro. O carro foi abordado no bairro do Estácio, também na região central da cidade, e alvejado. Marielle levou quatro tiros, e o motorista, três.

A assessora Fernanda Chaves, que também estava no veículo mas não foi atingida pelas balas, afirmou que nunca foi ouvida nas investigações até aqui. Ela foi recebida por Dino no Ministério da Justiça na primeira semana do ano.

Mais artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimos artigos