Lula chama Bolsonaro de covarde e ironiza pedido de anistia

O ex-presidente Jair Bolsonaro foi ironizado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva por seu pedido de anistia aos manifestantes presos em 8 de janeiro. Durante uma entrevista ao programa É Notícia, da RedeTV!, na noite de terça-feira (27), o petista descartou a possibilidade de o Executivo tomar a iniciativa de beneficiar os bolsonaristas detidos e chamou seu adversário de “covarde”.

“Está pedindo anistia? Você quer apagar a bobagem que fez? A bobagem é que ele (Bolsonaro) se acovardou, pensou o golpe, não teve coragem”, disse Lula ao jornalista Kennedy Alencar.

Bolsonaro mencionou a possibilidade de o governo Lula apresentar ao Congresso uma proposta de “anistia” durante uma entrevista para um programa online da Revista Oeste. No entanto, o ex-presidente admitiu que essa perspectiva é “muito difícil”. O presidente afirmou: “Eu sei que o Parlamento é o ente que decide essa questão, mas, partindo do Executivo, seria muito bem-vindo”.

Lula não se deixou sensibilizar por essas declarações. Ele enfatizou que, devido às “barbaridades que fez”, Bolsonaro deverá enfrentar o processo jurídico ao qual todo cidadão tem direito em uma democracia, incluindo a “presunção de inocência” que, segundo ele, não foi garantida durante o processo da Lava Jato, em alusão à operação liderada pelo ex-juiz e atual senador Sergio Moro.

“Primeiro você vai ser julgado, você cometeu muita barbaridade. Você vai ser julgado, apreciado. Vai ter seu advogado de defesa. Eu só quero que você tenha a presunção de inocência que eu não tive. Quero que você tenha pra você dizer o que fez e o que não fez. É um direito seu, um direito da democracia. E é isso que eu garanto para o meu melhor amigo e para o meu pior inimigo: o direito de defesa pleno”, ressaltou Lula.

Em seguida, o petista disse que o adversário se “acovardou” e não teve coragem de consumar um golpe de Estado.

“Está pedindo anistia? Você quer apagar a bobagem que fez? A bobagem é que ele se acovardou, pensou o golpe, não teve coragem. Foi embora para os EUA com antecedência, achando que ia acontecer (o golpe), que a sociedade iria sair todo mundo apavorado e ele ia voltar ungido pelas massas. E não foi isso o que aconteceu. O que aconteceu é que as instituições assumiram a responsabilidade pela democracia e você agora está em um processo de investigação”, afirmou.

Por último, Lula criticou Bolsonaro por ter permanecido em silêncio durante seu depoimento à Polícia Federal a respeito da alegada organização criminosa que estaria planejando um golpe de Estado em 2022.

“Porque ele fala bobagem o dia inteiro, quando era presidente era de manhã, de tarde, de noite. Agora no processo, ele chega todo fino, sem querer falar. Então, é isso que vai acontecer, vai ser investigado, prestar depoimento e um belo dia terá o julgamento. Se for inocente, será inocente”, concluiu.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Descubra mais sobre Portal Ouro Branco Notícias

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading