24 C
Ouro Branco

Liga Contra o Câncer comemora sucesso do primeiro transplante de medula óssea

Anúncios

A Liga Contra o Câncer realizou seu primeiro transplante de medula óssea. O procedimento aconteceu no fim do mês de setembro e a confirmação do sucesso aconteceu na última semana. A “pega” da medula foi comemorada pelos profissionais da instituição.

De acordo com o médico hematologista Antônio Henrique, membro da equipe de hematologia e transplante de medula óssea da Liga, o transplante foi realizado na modalidade autóloga, onde não há necessidade de doador e o próprio paciente fornece o material. A paciente, uma mulher de 56 anos, faz tratamento contra mieloma múltiplo, já havia passado por seis ciclos de quimioterapia e aguardava o transplante desde o início do ano.

“Devemos seguir nessa modalidade exclusiva, até meados do próximo ano, quando temos a perspectiva de ampliar para a realização da modalidade de transplante alogênico, que necessita de doador, seja familiar ou não aparentado”, explicou o médico Cláudio Macedo, chefe do serviço de hematologia da LIGA.

Atualmente, o transplante é realizado em uma unidade que foi reestruturada, com a organização de um ambulatório de avaliação pré e pós transplante, leito de internação com infraestrutura e equipe médica e de enfermagem especializada para oferecer o melhor cuidado ao paciente. Um setor exclusivo destinado para transplante de medula óssea está em fase de construção e irá funcionar no prédio onde será o Hospital de Oncopediatria da Liga, no Alecrim.

Segundo ele, a expectativa é que, nesta fase inicial, sejam realizados entre dois e três transplantes de medula por mês, com perspectivas de ampliação. “Hoje, nosso foco é atender os pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS) que fazem acompanhamento na Liga, onde já temos uma demanda reprimida de pacientes com indicação para realização do transplante autólogo”, afirma Cláudio Macedo.

Mais artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimos artigos