Líder de facção suspeito de matar policial e candidato a prefeito é morto em operação policial no Oeste do RN

A Polícia Civil do Rio Grande do Norte deflagrou na manhã desta sexta-feira (20), na cidade de Campo Grande, no Oeste Potiguar, a “Operação Volantes”, que resultou na morte de Antônio Alcivan Fernandes Júnior, conhecido como ‘Júnior Mangueira’, de 26 anos, apontado como líder de uma facção criminosa na região do Médio Oeste potiguar.

O suspeito, que reagiu à abordagem da policial, era foragido da Justiça e também investigado por cometer 11 homicídios, entre eles o do policial militar Ildônio José da Silva, ocorrido em 2018, e o do candidato a prefeito Raimundo Gonçalves de Lima Neto, o “Netinho de Nilton”, de Janduís, em 2020.

Em um vídeo publicado nas redes sociais, o delegado Alex Wagner, da Divisão de Polícia Civil do Oeste (Divipoe), afirmou que o investigado possuía oito mandados de prisão por crimes como homicídio qualificado, latrocínio, roubo e associação criminosa.

Por volta das 5h, a Polícia Civil deu cumprimento a um mandado de busca e apreensão na residência do suspeito, momento em que ele reagiu à tentativa de prisão efetuando disparos contra os policiais.

Antônio Alcivan Fernandes Júnior foi atingido e socorrido para um hospital na cidade de Campo Grande, mas não resistiu aos ferimentos.

Os policiais apreenderam um revólver cal. 38, usado na reação contra a equipe, munições, drogas, balança de precisão, apetrechos para o tráfico de drogas, dinheiro e dois aparelhos celulares que serão periciados no transcorrer da investigação.

A Polícia Civil solicita que a população continue enviando informações, de forma anônima, por meio do Disque Denúncia 181.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Descubra mais sobre Portal Ouro Branco Notícias

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading