16.3 C
Ouro Branco

Fortes inundações atingem Cuba e afetam infraestrutura do país; uma vítima já foi confirmada

Anúncios

Nos últimos dias, fortes chuvas causaram inundações nas regiões central e leste de Cuba. Até o momento, uma pessoa morreu e, embora ainda não existam números oficiais, estima-se que milhares de pessoas já tenham sido evacuadas, segundo informações do jornal Granma.  

Por meio de sua conta no Twitter, o presidente Miguel Diaz-Canel expressou sua solidariedade com as famílias afetadas e enfatizou que o país está “no caminho da recuperação” e que “ninguém ficará desabrigado. Nosso reconhecimento aos líderes e instituições que enfrentaram esses eventos com coragem.”

Nuestra solidaridad con las familias afectadas por las intensas lluvias. Vamos a la recuperación, nadie quedará desamparado. Nuestro reconocimiento a los dirigentes e instituciones que han enfrentado con valor, heroísmo, decisión y organización estos eventos. #FuerzaCuba ????????

— Miguel Díaz-Canel Bermúdez (@DiazCanelB) June 11, 2023

De acordo com o Instituto Cubano de Meteorologia (Insmet), as chuvas intensas persistirão na ilha nos próximos dias. As cinco províncias mais afetadas são Camagüey, Las Tunas, Holguin, Granma e Santiago de Cuba. Também há inundações em várias localidades de Matanzas, Cienfuegos e Sancti Spíritus.

As inundações causaram graves danos aos cubanos e à infraestrutura do país. Os sistemas de eletricidade e esgoto foram danificados e áreas rurais ficaram isoladas. As estradas também colapsaram. De acordo com autoridades responsáveis pela gerenciamento hidráulico, duas represas no distrito de San Luis correm o risco de entrar em colapso devido ao mau funcionamento dos vertedouros. Ainda segundo fontes oficiais, medidas estão sendo tomadas para remover a água.

O vice-primeiro-ministro, Jorge Luis Tapia Fonseca, e várias autoridades da Secretaria do Partido Comunista Cubano (PCC) viajaram até as áreas afetadas para trabalhar na emergência. Enquanto isso, forças de segurança estão realizando operações de resgate.

Organizações políticas e sociais de Havana também iniciaram diferentes campanhas de solidariedade para socorrer a população afetada. A União dos Jovens Comunistas (UJC), os Comitês de Defesa da Revolução (CDR), o Projeto Palomas e o Centro Martin Luther King Jr. realizam campanhas de doação. Elas foram convocadas por meio de seus respectivos trabalhos territoriais e pelas redes sociais.

Mais artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimos artigos