12.8 C
Ouro Branco

Cobra de 42 metros é nova descoberta da arqueologia rupestre na América do Sul

Anúncios

É difícil compreender as civilizações antigas, especialmente porque temos a tendência de olhar para elas partindo da nossa cultura e vivência. No entanto, seus vestígios podem ceder informações valiosas e sua arte. Como é o caso da maior arte rupreste conhecida.

Uma cobra de 42 metros

Além de ser a maior arte rupreste que conhecemos, também se trata da arte massiva mais antiga. A cobra gigante de 42 metros fica entre a Venezuela e a Colômbia e se estende ao longo do Orinoco, um dos maiores rios do mundo.

A arte foi encontrada por uma equipe da Universidade de Bournemouth, no Reino Unido. Já haviam encontrado figuras em abrigos rochosos, mas nunca uma dessas proporções.

Os estudos da região começaram em 2015 e desde então encontraram 157 sítios de artes rupestres e, ao menos 13 eram compostos por figuras de cerca de 4 metros de altura. A maioria representa pessoas e animais.

Qual a explicação para a cobra?

Os povos indígenas do Orinoco tinham bastante conexão com cobras, de modo geral. O animal era importante no folclore, cultura e na parte espiritual. O mais provável é que pode ter sido um marcador territorial.

Não necessariamente seria um aviso para se afastar, mas apenas para deixar claro que um determinado grupo viveria ali. Além disso, diversas outras figuras foram encontradas e remontam à épocas diferentes.

Mais artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimos artigos