13.8 C
Ouro Branco

Bruno Lage coloca cargo à disposição após derrota do Botafogo para o Fla

Anúncios

Chateado com a pressão depois da eliminação na Copa Sul-Americana e primeira derrota em casa no Brasileirão, Bruno Lage pede para sair e diz que não é guloso por dinheiro

Quem esperava crise no Flamengo em caso de derrota para o Botafogo na noite deste sábado, no estádio Nilton Santos, viu a bom explodir no lado alvinegro da força depois da derrota para o arquirrival por 2 x 1, a primeira no tapetinho em 12 jogos na casa própria. O técnico português Bruno Lage não deu entrevista coletiva pós-jogo.

Em vez disso, fez um surpreendente pronunciamento no qual criticou a arbitragem e a pressão sobre ele e o elenco depois da eliminação na Copa Sul-Americana e o revés contra a equipe rubro-negra.

“Sobre essa coisa de só olharem para o meu percurso no Botafogo, acho que é uma pressão muito grande sobre os jogadores. E isso eu não admito. Só há uma forma de libertá-los dessa pressão. E por isso estou aqui perante vocês”, afirmou o treinador.

Durante o longo discurso, ele deixou claro: “Eu tenho contrato com o Botafogo até dezembro, é muito dinheiro de salários, tenho prêmios que já estão praticamente garantidos por ir à Libertadores. Tem o prêmio de campeão, mas não tenho nenhum problema em abdicar disso. Não sou guloso pelo dinheiro”, disparou.

Antes de se levantar da bancada recusando-se a conceder entrevista, Bruno Lage concluiu”Não falei com ninguém, pensei muito e nesse momento coloco o meu cargo à disposição”. Durante o pronunciamento, o lusitano chegou a dizer que o antecessor, Luis Castro, deixou o elenco praticamente campeão brasileiro.

A diretoria alvinegra não havia se manifestado até a publicação dessa matéria. Enquanto Bruno Lage chutava o balde, o dono da SAF alvinegra detonava a arbitragem nas redes sociais. “Todo mundo viu… você também viu… vergonhoso”, desabafou o empresário.

Mais artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimos artigos