20.8 C
Ouro Branco

Vídeo: Ataque de Cachorro Misto de Pitbull mata Poodle em Mossoró-RN

Anúncios

O ataque aconteceu na noite de terça-feira (7) no bairro Pousada dos Thermas

Um cachorro que tem uma mistura de raça pitbull com vira-lata atacou violentamente e matou um cão de menor porte, da raça poodle na noite desta terça-feira (7), em Mossoró, no Oeste potiguar. O caso foi registrado por câmeras de vigilância, no bairro Pousada dos Thermas, perto das 20h30.

Uma adolescente, sobrinha dos proprietários do cão, ainda tentou domá-lo, mas não conseguiu.

Militares do Corpo de Bombeiros foram chamados ao local para conter o animal. Segundo a corporação, uma vizinha ligou para o Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp) e informou que o animal estava solto, matando outros animais na rua.

Bombeiros foram acionados após o ataque

Quando os Bombeiros chegaram ao local, a dona tinha conseguido colocar o cachorro para dentro de casa, com ajuda de vizinhos, mas não conseguia entrar para o imóvel, porque o animal estava bastante agitado.

Segundo os bombeiros, foi preciso usar um cambão – pedaço de alumínio com cabo de aço – para conseguir amarrar o animal em uma pilastra no imóvel.

A mulher informou aos militares que o cachorro só respondia aos comandos do marido dela e que o homem estava viajando. Ela também informou que o cachorro vive solto dentro de casa.

Em entrevista à Inter TV Cabugi, a mulher afirmou que o animal vivia em um sítio com a família e foi levado para o local há três dias.

Ela ainda afirmou que o animal estava no quintal de casa e saiu quando ela abriu o portão para entrada de uma moto.

“Eles (os animais) começaram a brincar. Devido ele ser misturado com raça de pitbull eu já disse: ‘vá buscar’. Mas ele já quis avançar na minha sobrinha. Ela disse que ele rosnou para ela”, afirmou a mulher.

A adolescente tentou laçar o animal, mas ele começou a atacar o outro cachorro, de menor porte.

Segundo a dona do animal, vizinhos tiveram a ideia de usar remédios e salsicha para dopar o animal, que não dormiu, mas ficou mais tranquilo. Na manhã desta quarta (8), o animal era mantido isolado em um quarto da casa.

O cachorro atacado morava em uma casa na mesma rua e se chamava Spyke. Ele estava com a família há 10 anos. A proprietária ainda tentou reanimar o animal, mas ele não resistiu.

G1RN

Mais artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimos artigos