Timbaúba dos Batistas começa os preparativos para a festa do Padroeiro São Severino Mártir

Nesta sexta-feira (13) aconteceu uma reunião proativa em favor dos festejos do Excelso Padroeiro São Severino Mártir, em Timbaúba dos Batistas.

A programação está sendo preparada com muito alegra e ocorrerá de 09 a 19 de novembro. Por muitos anos, a festa de São Severino Mártir foi celebrada no mês de dezembro.

Saiba mais sobre a vida de São Severino

Origens

O discípulo e biógrafo de Santo Severino, chamado Eugípio, afirma que ele teria nascido no século V, em 410, em Roma, na Itália. Era de família nobre e muito rica. Tinha ótima educação, falava fluentemente bem o latim, e era, ao mesmo tempo, uma pessoa humilde e profundamente caridosa. Severino tinha o dom da cura, da profecia e do conselho. Ele vivia fielmente os votos sacerdotais, fazia muita penitência e rezava sempre ao divino Espírito Santo.

Tempo de guerra

No século V o Ocidente sofreu várias invasões de povos, como, godos, ostrogodos, visigodos, burgúndio e vândalos. As vítimas dessas guerras sucessivas encontravam segurança e abrigo somente com os padres e religiosos da Igreja, e São Severino aproveitava para oferecer, além das necessidades básicas dos refugiados, uma boa evangelização cristã.

Viagens

Em 454, São Severino foi enviado à Nórica (atualmente da Áustria à Baviera, na Alemanha) e à Pomonia, na Áustria, às margens do rio Danúbio. O local tornou-se um ponto estratégico para que ele acolhesse a população sempre ameaçada, pregando, também, para bárbaros e pagãos. Em 455, esteve em Melk e, depois, em Ostembur, onde ele passou a viver numa cabana, entregando-se à penitência e à oração.

Fundador e profeta

Esse ministério itinerante de São Severino chegou a várias cidades, nas quais ele fundou alguns mosteiros. Com suas profecias, acertava as datas das invasões e avisava as comunidades do perigo eminente. Em Asturis, ele profetizou a invasão e mortes comandadas por Átila, rei dos hunos, habitantes da Hungria. As pessoas, porém, não lhe deram atenção e zombavam dele. Pouco depois da partida de Severino a cidade foi invadida, saqueada e os habitantes foram mortos. Chegando a Comagaris e depois Comagene, lugares dominados por invasores, socorria as pessoas, conseguindo o respeito inclusive dos inimigos.

Graças e milagres

A história de São Severino está repleta de graças e milagres. Ele predisse a data de sua morte e que sua Ordem Religiosa seria expulsa da região do Danúbio. Ele morreu no dia 8 de janeiro de 482, depois de pronunciar uma frase do Salmo 150: “Todo ser que tem vida, a deve ao Senhor”.

Veneração

São Severino é muito venerado na Alemanha e na Áustria. Seu túmulo está em Nápoles, Itália, na igreja dos beneditinos. Ele é considerado padroeiro dos prisioneiros e dos pobres.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Descubra mais sobre Portal Ouro Branco Notícias

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading