17.6 C
Ouro Branco

RN receberá 24mil chips de internet estudantes baixa renda

Anúncios

Programa representa um esforço conjunto para ampliar o acesso à internet nas escolas públicas estaduais, garantindo inclusão digital e a melhoria da qualidade do ensino. Foto: Divulgação/Ministério das Comunicações

O Rio Grande do Norte receberá 24 mil chips de internet para estudantes de famílias em situação de vulnerabilidade social, por meio do programa Internet Brasil, desenvolvido pelo Ministério das Comunicações. Em todo o Estado, 97 instituições de ensino serão contempladas, visando fornecer acesso gratuito à internet para alunos da educação básica. A ação deve distribuir outros 76 mil chips em todo o país.

As escolas terão até o dia 30 de abril para realizar suas inscrições por meio da plataforma PPDE Interativo. Caberá a elas definir critérios de distribuição entre os alunos elegíveis, indicar estudantes beneficiados que atendam aos critérios do programa e gerenciar as mudanças que influenciam no direito do aluno ao benefício.

Para se tornar um beneficiário, o estudante deve estar inscrito no CadÚnico com dados atualizados, possuir um dispositivo móvel e não ser beneficiário de chips gratuitos de outros programas do Governo. Serão atendidos os estudantes do 3º ano do ensino fundamental até o ensino médio.

A secretária de Educação do RN Socorro Batista, destacou a importância na melhoria do acesso à educação e no desenvolvimento comunitário. O programa representa um esforço conjunto para ampliar o acesso à internet nas escolas públicas estaduais, buscando não apenas a inclusão digital, mas também a melhoria da qualidade do ensino.

Chips de internet por todo o RN

Ó Programa Internet Brasil contemplará as cidades de Natal, Extremoz, Macaíba e São Gonçalo do Amarante na região metropolitana, além de outras como Parnamirim, Arez, Baía Formosa, Canguaretama, Goianinha e Vera Cruz.

Além disso, o programa estende-se para cidades como Nova Cruz, Lagoa d’Anta, Santo Antônio, Serra de São Bento, São Paulo do Potengi, Riachuelo, entre outras, refletindo o compromisso em melhorar a educação através da tecnologia em diversas partes do estado.

O programa também abrange áreas como Macau, Galinhos, Guamaré, Pendências, Porto do Mangue, Santa Cruz, Tangará, Currais Novos, Caicó, Jardim de Piranhas, entre outras, demonstrando o esforço em promover acesso equitativo à internet e potencializar o desenvolvimento educacional em todo o Rio Grande do Norte.

Mais artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimos artigos