15.4 C
Ouro Branco

Reditec 2023 começa segunda-feira (6) no Centro de Convenções de Natal

Anúncios

Com mais de 1,5 mil inscrições confirmadas e organizado pelo IFRN, um evento promovido pela Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica do Ministério da Educação (Setec/MEC) e pelo Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Conif), reunirá gestoras e gestores da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica, também conhecida por Rede Federal. Trata-se da 47° Reunião Anual dos Dirigentes das Instituições de Educação Profissional e Tecnológica, a Reditec.

Realizada no Centro de Convenções de Natal, o evento — de 6 a 9 de novembro — traz à Natal palestras, conferências, apresentações culturais, mesas-redondas e outras atividades. Entre as apresentações confirmadas estão a conferência de abertura, realizada por Maria Izolda Cela de Arruda Coelho, secretária-executiva do Ministério da Educação, uma palestra com o tema “A importância da Rede Federal no desenvolvimento científico e tecnológico do Brasil”, proferida por Ricardo Galvão, renomado cientista e atual presidente do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), Jorge Duarte, jornalista, autor e organizador de diversos livros sobre Comunicação, além de Getúlio Marques, secretário de Educação Profissional, Científica e Tecnológica/MEC e professor aposentado do IFRN. Getúlio fará sua apresentação na manhã do dia 7 de novembro.

O evento já movimenta capital potiguar com a chegada de centenas de servidoras e servidores já no final de semana. Além das atividades citadas, ainda haverá fóruns de discussão temática, como os de dirigentes de Ensino, de pró-Reitores, de Planejamento, de Educação do Campo, de Desenvolvimento Institucional e de Relações Internacionais, entre outros. Oportunidade para que se discuta a realidade de cada região e áreas de atuação.

A grade de atividades do evento também se volta a questões financeiras. A programação da terça-feira, por exemplo, trará uma mesa-redonda sobre a “Matriz Orçamentária para a Rede Federal”, com mediação da pró-reitora de Planejamento e Desenvolvimento Institucional do IFRN, professora Antônia Silva e com Luciana Massukado, professora do IFB, Tatiana Veber, pró-reitora de Administração do IFRS e Marcelo Bregagnoli, diretor de Desenvolvimento da Setec/MEC, como debatedores. Com lançamento de livros, e mostra de experiências exitosas, no âmbito do Ensino, da Extensão, Gestão Administrativa, Internacionalização, Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação e Sustentabilidade e Educação do Campo, a programação completa está disponível na página da 47ª Reditec, dentro do Portal IFRN.

“É com grande alegria que o IFRN sedia a edição 2023 da Reditec. Um esforço de meses, a construção desse evento reforça nossa ideia de sermos redes. E, não por acaso esse é o tema da edição que entregamos ao público e à comunidade. Os números da rede são gigantes como são gigantes nossas alunas e alunos, a razão de ser dessas instituições aqui reunidas. Desejo, em nome da equipe e do Instituto que represento, uma evento em que novas conexões sejam construídas e a unidade das instituições siga se refazendo e aprofundando”, disse o professor José Arnóbio de Araújo Filho, reitor do IFRN, ao falar sobre a realização da Reunião.

Voltada a gestoras e gestores dos 680 campi que compõem a Rede Federal, a Reditec chega a Natal para discutir um novo começo para as instituições da Rede Federal após o período de pandemia e isolamento social e de redução de recursos orçamentários e busca mobilizar seus públicos no sentido de “Novos tempos, novos rumos: a Rede que queremos”, tema oficial dessa edição.

“Teremos quatro dias de intensas atividades, pela manhã e à tarde. Na prática, são mais de 70 momentos de interação entre público e palestrantes, conferencistas e outros, pois há mesas-redondas, reunião de grupo e apresentações culturais com artistas potiguares, tudo com o intuito de partilhar esses saberes, afinal, como trabalhadores da educação, entendemos que precisamos olhar para a Rede que temos, quais os seus nós, como estão disponibilizadas suas linhas, quais os espaços em que são lançadas. E tudo isso numa embarcação que nos traga cor, alegria e afeto: humanidade”, disse Clara Bezerra, assessora de comunicação do IFRN e uma das coordenadoras do evento.

Às vésperas de completar 15 anos desde que passaram à denominação atual, em 2023, a Rede Federal está composta por 38 Institutos Federais, dois Centros Federais de Educação Tecnológica (Cefet), pela Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), por 22 escolas técnicas vinculadas às universidades federais e pelo Colégio Pedro II. Considerando os respectivos campi associados a estas instituições federais, tem-se ao todo 680 unidades distribuídas entre as 27 unidades federadas do país.

Mais de um milhão e meio de estudantes frequentam um dos quase 12 mil cursos ofertados desde o nível básico até a pós-graduação, integram a seus currículos acadêmicos atividades de Ensino, Extensão e Pesquisa. Para isso, a estrutura nacional conta com mais de 80 mil servidores.

No Rio Grande do Norte, o Instituto Federal já ultrapassou a marca de 30 mil matrículas ativas, seja com aulas presenciais, para estudantes que moram no RN e também da Paraíba e do Ceará, seja em curso de Ensino a Distância, abrangendo todo o país.

______________________________________________________________________________________________

Quer receber notícias úteis, relevantes, informativas e divertidas?

➡️ Assine gratuitamente a Comunidade do NOVO no Whatsapp.
➡️ gratuitamente o Canal de Notícias no Telegram.
➡️ Siga o NOVO Notícias no Twitter.

______________________________________________________________________________________________

Mais artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimos artigos