13.5 C
Ouro Branco

Professores de Natal fazem paralisação de 72 horas para cobrar reajuste salarial

Anúncios

De acordo com o Sinte-RN a manifestação é um protesto contra o “descaso do prefeito Álvaro Dias com a educação”

Professores e educadores infantis do município do Natal iniciaram uma paralisação de 72 horas nesta segunda-feira 13. No primeiro dia de mobilização, a categoria fez um ato em frente ao Palácio Felipe Camarão, sede da Prefeitura do Natal.

De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Rio Grande do Norte (Sinte-RN), a manifestação é um protesto contra o “descaso do prefeito Álvaro Dias com a educação”. A categoria reclama da falta de reajustes salariais.

Desde 2020, os professores de Natal receberam apenas dois reajustes: um de 6,42% em 2021 e outro de 7% em 2023. Pela lei, porém, os aumentos deveriam ter sido de 12,84% em 2020, outro de 33,24% em 2022 e mais um de 14,95% em 2023. Para 2024, o valor do reajuste já foi definido em 3,71% pelo Ministério da Educação (MEC).

Durante a atividade desta segunda-feira, uma comissão formada por dirigentes do Sinte-RN, professores e pelos vereadores Daniel Valença (PT) e Robério Paulino (PSOL) reivindicou o agendamento de audiência com o prefeito e com a secretária municipal de Educação para tratar do reajuste salarial de 2024 da categoria e da abertura da mesa de negociação.

A categoria continuará mobilizada até quarta-feira 15, quando está prevista uma manifestação em frente à Secretaria Municipal de Educação. Há uma expectativa de que representantes da secretaria recebam a categoria para tratar dos reajustes salariais.

Mais artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimos artigos