16.3 C
Ouro Branco

Polícia prende suspeito de matar mulher estrangulada com fios de extensão elétrica na Grande Natal

Anúncios

Emiliana Medeiros Damasceno, de 45 anos, foi encontrada no próprio apartamento após vizinho sentir odor estranho e nota ausência dela. Homem foi detido pelo crime de latrocínio.

A Polícia Civil prendeu em Parnamirim, na Grande Natal, um homem de 29 anos suspeito de ter matado estrangulada a bacharel em Direito Emiliana Medeiros Damasceno, de 45 anos. O corpo dela foi encontrado no dia 30 de abril no próprio apartamento no bairro Parque das Árvores, em Parnamrim.

De acordo com a Polícia Civil, os dois iniciavam um relacionamento amoroso na época do crime. O suspeito usou fios de uma extensão elétrica para matar a mulher depois roubou objetos de valor que a vítima possuía na residência. Para a Polícia Civil, a motivação o crime cometido foi de latrocínio.

O corpo de Emiliana foi encontrado no dia 30 de abril sem roupas no apartamento e já com sinais de putrefação após um vizinho sentir um odor estranho e notar a ausência dela por alguns dias.

Dois dias antes, as câmeras de segurança do apartamento flagraram o suspeito saindo do prédio.

Após investigações da Polícia Civil, a Justiça expediu um mandado de prisão temporária contra o suspeito.

“Foram coletados vários indícios que apontaram para a autoria do crime.Inclusive para motivação do delito, que seria patrimonial”, explicou o delegado Osmar Filho, da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa de Parnamirim.

Segundo o delegado, o suspeito tem histórico de roubo e era foragido do sistema prisional. A polícia cumpriu o mandado de prisão, mas o suspeito já estava detido desde semana passada quando foi preso em flagrante por posse ilegal de arma. Foi cumprido ainda mandado de busca e apreensão contra o suspeito.

Mais artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimos artigos