15.8 C
Ouro Branco

Pacientes ficam internados em cadeiras e dormem no chão em UPA na Zona Norte de Natal

Anúncios

Pacientes internados dormiram em cadeiras e até no chão da Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) Pajuçara, na Zona Norte de Natal, entre esta quinta (21) e a sexta-feira (22). Registros internos foram feitos pelos próprios pacientes, por servidores e ganharam as redes sociais. Eles alegaram superlotação da unidade.

Em nota, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) disse que todos os pacientes em atendimento nas UPAs “são alocados em leitos individuais” e que o que a imagens registraram são “alguns pacientes que durante o período da noite acomodaram-se no chão da unidade por opção própria, apesar de contarem com leitos disponíveis para o seu acomodamento, como mostra uma das imagens”.

Alguns pacientes, no entanto, alegaram que o problema costuma ser recorrente e que a demanda foi intensa a partir de quarta-feira (20).

Durante a tarde desta sexta-feira (22), a situação era mais tranquila, mas ainda assim quem procurava a UPA Pajuraça reclava da demora para o atendimento.

A enfermeira Lúcia Carla procurou atendimento na unidade nesta sexta e, após duas horas de espera, só havia passado pela triagem.

“Eu encontrei a UPA como geralmente eu encontro. Poucos médicos, superlotação, pessoas reclamando. A parte da enfermagem, administrativa é uma parte boa. Só que a parte de suporte médico é muito fraco, debilitado, as pessoas ficam esperando muito, chegam a passar mal, chegam a desmaiar”, lamentou.

Ela conta que o cenário é “comum” na unidade da Zona Norte da cidade. “Pacientes em macas, pacientes presos em macas do Samu, da UPA mesmo. Idosos muito debilitados, internados em cadeiras, em cadeiras de rodas, em macas. Quer dizer, é triste”, lamentou.

Ela disse ainda que acredita que isso não é culpa da equipe de saúde da unidade, mas, sim, do Poder Público.

Mais artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimos artigos