12.2 C
Ouro Branco

Jéssica Canedo: polícia conclui inquérito e caso ganha reviravolta

Anúncios

A Polícia Civil concluiu o inquérito que investigava as circunstâncias da morte de Jéssica Vitória Canedo, de 22 anos, em dezembro do ano passado. A jovem foi apontada como affair de Whindersson Nunes e foi atacada nas redes sociais. Os dois, no entanto, negaram o suposto envolvimento.

As investigações apontaram que foi a própria Jéssica quem criou e divulgou conteúdos do suposto relacionamento com o humorista e enviou para páginas de fofocas da internet.

“Durante as investigações foi apurado e concluído que todas as fofocas veiculadas pelas páginas foram criadas e divulgadas pela própria jovem. Ela fez toda a montagem e divulgou para as páginas de notícias sobre o seu relacionamento com o humorista”, disse o delegado do caso, Felipe Oliveira Monteiro, que apresentou a conclusão do inquérito nesta quarta-feira (6/3).

Durante as investigações, as páginas de fofoca apresentaram conversas que tiveram com a própria Jéssica. Em uma delas, a jovem teria confirmado o envolvimento com o humorista, dizendo que realmente havia conversado com ele, contudo, o conteúdo divulgado estava sendo distorcido.

Já em outra troca de mensagem com uma das páginas, Jéssica nega o envolvimento com Whindersson Nunes.

A família de Jéssica informou que ela já sofria de depressão e que as mensagens de ódio que passou a receber após o episódio estariam agravando o seu quadro. Segundo a polícia, uma jovem de 18 anos, da cidade de Rio das Ostras, no Rio de Janeiro, está sendo indiciada por incentivar o suicídio de Jéssica.

A responsável pelo comentário responderá em liberdade pelo crime de incentivo ao suicídio e, se condenada, pode ter de dois a seis anos de reclusão.

Veja a nota da polícia na íntegra:

“Nesta data (06/03) a Polícia Civil de Minas Gerais, por meio da Delegacia de Homicídios da 4ª DRPC/Araguari, concluiu as investigações sobre a morte da jovem J. C., ocorrida no dia 22/12/2023.

J.C. passava por tratamento em decorrência de uma séria depressão e à época veiculou-se que ela estava sofrendo ataques por meio de redes sociais após uma grande página de fofocas ter divulgado notícias falsas sobre um suposto relacionamento amoroso entre Jéssica e um famoso humorista. O humorista prestou depoimento à Polícia, negando qualquer tipo de contato com a jovem.

Após as investigações, a Polícia Civil identificou a origem das notícias falsas, apurando que a própria jovem foi a responsável pela divulgação do conteúdo a algumas páginas de fofoca, através de perfis falsos criados por ela em uma rede social.

Ao final das investigações, foi identificado que Jéssica recebeu uma mensagem cujo conteúdo a instigava a cometer autoextermínio. A autora da mensagem, uma jovem de 18 anos, da cidade de Rio das Ostras/RJ, foi identificada e indiciada pelo crime de instigação ao suicídio”.

Mais artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimos artigos