13.9 C
Ouro Branco

EUA dizem que US$ 6 bilhões liberados para o Irã serão supervisionados rigorosamente

Anúncios

O governo do Irã tem agora acesso a US$ 6 bilhões de seus fundos para serem utilizados para fins humanitários, como parte de um acordo que permitiu a libertação de cinco norte-americanos que estavam presos no país.O dinheiro, que tinha sido mantido em contas restritas na Coreia do Sul antes de ser transferido para diferentes contas no Catar, por meio de bancos na Europa, é uma parte fundamental do acordo.

Autoridades iranianas e norte-americanas foram notificadas pelo Catar nesta segunda-feira (18) de que a transferência havia terminado, segundo uma fonte ouvida pela CNN.

Os republicanos criticaram o acordo, afirmando que a transferência do dinheiro prejudicará a credibilidade do país no exterior e poderia ser um incentivo para os adversários dos EUA deterem injustamente cidadãos norte-americanos.

Embora o governo iraniano diga que pode usar o dinheiro como quiser, a administração de Joe Biden expôs que os fundos estão estritamente limitados a compras não sancionáveis, como alimentos e medicamentos, sujeitos a rigorosas supervisões.

O presidente iraniano, Ebrahim Raisi, disse na última semana que o governo iraniano decidirá como e onde gastar os US$ 6 bilhões. O coordenador de comunicações estratégicas da Casa Branca, John Kirby, explicou que a afirmação era “completamente errada”.

Além disso, autoridades dos EUA deixaram claro que o financiamento, que é do Irã e não dos dólares dos contribuintes dos EUA, não está sob o controle do governo iraniano.

Fontes disseram à CNN que os fundos vieram de vendas de petróleo que foram permitidas e colocadas em contas abertas durante a administração do ex-presidente Donald Trump.

Funcionários do governo Biden enfatizaram que cada transação será monitorada pelo Departamento do Tesouro dos EUA.

“Estamos implementando este acordo através do estabelecimento do que chamamos de canal humanitário no Catar”, que se destina a proteger contra a lavagem de dinheiro e o uso indevido de fundos, disse um alto funcionário da administração dos EUA.

Fonte:CNN

Mais artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimos artigos