14.8 C
Ouro Branco

Erika Hilton é a primeira pessoa trans a presidir sessão da Câmara dos Deputados

Anúncios

No início da tarde desta quarta-feira (15), a deputada federal Erika Hilton (PSOL-SP) se tornou a primeira pessoa trans a presidir uma sessão no plenário da Câmara dos Deputados.

Hilton esteve à frente da sessão que homenageou a vereadora Marielle Franco, assassinada há cinco anos, no dia 14 de março de 2018, consequência de um atentado que vitimou, também, seu motorista Anderson Gomes.

Erika Hilton é a primeira pessoa trans a presidir sessão da Câmara dos Deputados

Em sua conta pessoal no Twitter, a deputada federal, que está em seu primeiro mandato, anunciou o momento histórico.

AO VIVO | Estou ao vivo presidindo uma sessão solene em homenagem a Marielle Franco e Anderson Gomes na Câmara dos Deputados.

Acompanhe aqui https://t.co/E0l7g9cwoF pic.twitter.com/cWfK6DUwZS

— ERIKA HILTON ???? ???????? (@ErikakHilton) March 15, 2023

Cassação

Mais tarde, Hilton, acompanhada da deputada federal Duda Salabert (PDT-MG), entregou o pedido de cassação do deputado federal Nikolas Ferreira (PL-MG), no Conselho de Ética da Câmara dos Deputados.

No dia 8 de março, Dia Internacional da Mulher, Ferreira usou uma peruca e fez ataques às mulheres trans, em seu discurso no plenário da Câmara dos Deputados. Hilton alertou para as consequências do ato do parlamentar bolsonarista.

“Muito mais do que o ato é o que reverbera as ações desse parlamentar em toda a sociedade, o que tem sido reverberado nas nossas redes sociais, a onda de ataque, ameaças, violência, a certeza da impunidade por parte de seus seguidores nas redes sociais, que permanece perpetuando o símbolo do ódio, violência, preconceito e marginalização”, afirmou Hilton, em entrevista coletiva, na Câmara dos Deputados.

Mais artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimos artigos