Dia da ressaca: veja 4 erros que você comete e não sabia

Nesta quarta-feira (28/2), o Brasil celebra o Dia da Ressaca – desconforto que, aliás, não motiva muitas comemorações. Ainda assim, os brasileiros escolheram o último (ou penúltimo, no caso de 2024) dia do mês que geralmente ocorre o Carnaval para lembrar os efeitos que o abuso de álcool gera no corpo.

A data também é uma oportunidade para esclarecer alguns mitos e desinformações sobre qual conduta seguir quando a ressaca bate. E, acredite: você provavelmente já cometeu algum desses erros.

“De nada adianta: banho frio, café, chás, produtos com cheiro forte ou qualquer outra medicação caseira. O essencial é hidratação, carboidratos e bastante repouso. Habitualmente, a ressaca melhora até o final do dia”, revela a endocrinologista Paula Pires.

Pensando nisso, selecionamos 4 erros muito comuns cometidos por quem quer se livrar rapidamente da ressaca. Confira:

1) Beber álcool com estômago vazio

Paula recomenda nunca beber com estômago vazio, pois o álcool cai na corrente sanguínea em 30 minutos. “Antes de sair de casa, faça uma boa e saudável refeição para não chegar com muita fome”, aconselha a médica.

A nutricionista Marina Gomes, do Instituto Nutrindo Ideais, indica fazer uma refeição equilibrada com carboidratos e proteínas. Dessa forma, você torna a absorção do álcool mais lenta pelo intestino, permitindo ao fígado mais tempo para metabolizar a substância.

Além disso, uma alternativa é beliscar durante a festa enquanto bebe, pois ajuda a retardar a absorção da substância. “Para ter energia, prefira comida leve: salada, proteína, leguminosa e carboidrato (batata doce ou inglesa, macarrão, mandioca e arroz) para aguentar a festa toda”, diz Paula.

2) Esquecer de beber água

Esse é um cuidado crucial, mas muitas vezes negligenciado. Para evitar a ressaca, a recomendação é beber muita água antes, durante e depois da bebedeira.

“Durante a bebedeira, é importante intercalar o consumo de bebida alcoólica com água, água de coco ou até mesmo isotônicos. Ou seja, sempre que possível (ou sempre que precisar usar o banheiro), lembre-se de beber algo não alcoólico”, destaca Paula.

Isso porque, além da água, sucos, água-de-coco e isotônicos (sem álcool) repõem água, sais minerais e vitaminas perdidos com o consumo de álcool. Beber refrigerante também pode ajudar pois, mesmo sem hidratar o corpo, ajuda contra a queda da glicose.

Vale destacar ainda que a ingestão de água e suco durante todo o dia diminui o tempo da recuperação da ressaca. Por isso, a hidratação é fundamental para combater o desconforto.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Descubra mais sobre Portal Ouro Branco Notícias

Assine agora mesmo para continuar lendo e ter acesso ao arquivo completo.

Continue reading