15.8 C
Ouro Branco

Covid-19: mortes ligadas à doença passam de 698,9 mil no Brasil

Anúncios

O Brasil se aproxima da marca de 700 mil mortes causadas por problemas relacionados à Covid-19, como indica o boletim divulgado pelo Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass), nessa sexta-feira (24/2).

A contagem foi interrompida durante o período de Carnaval e retomada na última quarta-feira (22/2). Nessa quinta (23/2), o país ultrapassou os 37 milhões de casos.

Nas últimas 24 horas, foram registradas 11.687 novas infecções no país. Dessa forma, a média móvel de casos da Covid no Brasil chegou a 4692, o que representa redução de 48% com relação ao observado há 14 dias.

Além disso, contabilizam-se 94 mortes causadas por problemas relacionados à Covid-19 nas últimas 24 horas. A média móvel de óbitos, sendo assim, continua a subir, chegando a 125. Isso representa um acréscimo de 180% em relação à de 14 dias atrás.

Esta é uma das últimas atualizações diárias do Conass sobre os casos e óbitos por Covid. Conforme anunciou o Ministério da Saúde na última sexta, as atualizações dos dados deverão ocorrer apenas uma vez por semana a partir de 3 de março.

No total, foram registrados 698.915 óbitos em decorrência de problemas relacionados ao coronavírus desde o início da pandemia. Os números são do mais recente balanço divulgado pelo Conass. O total de casos registrados é de 37.020.531.

Veja a evolução da média móvel de mortes:

Confira a evolução da média móvel de casos:

Devido ao tempo de incubação do coronavírus, a imprensa adotou a recomendação de especialistas de que a média móvel do dia seja comparada à de duas semanas atrás.

Variações na quantidade de mortes ou de casos de até 15%, para mais ou para menos, não são significativas em relação à evolução da pandemia. Já percentuais acima ou abaixo devem ser encarados como tendência de crescimento ou de queda.

Média móvel de mortes motivadas pela covid-19

Acompanhar o avanço da pandemia de Covid com base em dados absolutos de morte ou de casos está longe do ideal, conforme autoridades sanitárias. Isso porque eles podem apresentar variações diárias muito grandes, principalmente atrasos nos registros.

Para diminuir esse efeito e produzir uma visão mais fiel do cenário, a média móvel é amplamente utilizada ao redor do mundo. A taxa, então, representa a soma das mortes divulgadas em uma semana dividida por sete.

METRÓPOLES

Mais artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimos artigos