15.8 C
Ouro Branco

Corpo de empresário assassinado na própria pousada no RN é enterrado em São Carlos

Anúncios

Guilherme Tosetti tinha 39 anos e foi encontrado no jardim por um vizinho, na segunda (8). Ele tinha um ferimento na cabeça e uma pedra suja de sangue foi encontrada no local. Guilherme foi encontrado morto no jardim da própria pousada em São Miguel do Gostoso

O corpo do empresário paulista Guilherme Deiroz Tosetti encontrado morto na própria pousada em São Miguel do Gostoso, no litoral Norte do Rio Grande do Norte (RN), foi enterrado em São Carlos (SP) neste sábado (13).

Tosetti, de 39 anos, foi encontrado morto na segunda-feira (8) por um vizinho. Ele tinha um ferimento na cabeça e havia uma pedra suja de sangue ao lado dele o que, segundo a Polícia Militar do município, dá indícios de que ele foi vítima de uma pedrada.

Ao g1, o irmão da vítima disse que Tosetti estava no Rio Grande do Norte há cerca de oito anos e havia resolvido se mudar de Ribeirão Preto (SP), onde nasceu, para o estado para montar sua pousada.

“Ele quis montar isso aqui. Montou a pousada e estava vivendo disso. Ele gostava daqui”, contou Vinícius Tosetti.

Ainda de acordo com o irmão, Tosetti tinha o “melhor coração que ele já viu”.

‘Melhor coração que já vi’, diz irmão de empresário paulista morto em São Miguel do Gostoso
Empresário paulista é morto a pedrada na própria pousada em São Miguel do Gostoso

O crime aconteceu na Rua das Anchovas, no Centro de São Miguel do Gostoso, onde ficava a pousada do empresário, que era natural de São Carlos, no interior de São Paulo. A pousada tem registro de ter sido criada em 2018.

De acordo com o técnico em necropsia do Itep que atendeu a ocorrência, o corpo estava de bruços com marcas de ferimentos na parte de trás da cabeça.

“Tem quatro perfurações na cabeça dele, por trás, provocadas provavelmente por essa pedra que estava ao lado do corpo, suja de sangue”, disse Alfredo Santos, técnico em necropsia do Itep.

Segundo a PM, ainda não é possível definir a motivação do crime. A PM informou que as câmeras de segurança da região serão analisadas e podem auxiliar na investigação.

A Polícia Civil investiga o caso e pede que quem tiver informações ligue para o 181.

Mais artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimos artigos