14.7 C
Ouro Branco

Banco do Brasil retoma crédito consignado para servidor estadual

Anúncios

O   Banco do Brasil reabriu, ontem, a carteira de empréstimos em consignação para os servidores públicos do Estado, depois que a governadora Fátima Bezerra (PT) assinou contrato  de venda da folha de pessoa, no valor de R$ 257,7 mil, com validade de 86 meses.

“A manutenção do contrato com o Banco do Brasil decorre dos bons serviços prestados aos servidores e a partir de uma nova negociação com preço justo de venda da folha”, disse o secretário estadual da Administração, Pedro Lopes. 

O secretário afirmou, ainda, que “buscaremos também a abertura de créditos cada vez melhores para os correntistas vinculados ao Governo do RN”.

A venda da folha era uma condição para que o Estado começasse a saldar as dívidas com as instituições financeiras, que desde agosto do ano passado vinham recebendo, com atraso, as parcelas descontadas dos servidores que tinham empréstimos consignados.

Segundo Pedro Lopes, a dívida com os bancos chega a R$ 180 milhões, sendo que R$ 150 milhões somente com o BB, que repassará a primeira parcela da venda da folha de pessoal este ano, no valor de R$ 17,5 milhões.

O crédito consignado é uma modalidade de empréstimo que oferece vantagens exclusivas aos servidores públicos, tais como juros mais baixos e prazos estendidos para pagamento. 

Com essa reabertura, os 116.262  servidores do Estado do Rio Grande do Norte terão novamente acesso a essa ferramenta financeira, através de uma instituição sólida e reconhecida nacionalmente, com vasta experiência no oferecimento de soluções financeiras para servidores públicos. 

Em janeiro, o  Governo do Rio Grande do Norte ampliou a margem de empréstimo consignado aos servidores públicos estaduais ativos e inativos, passando de 30% para 35% do valor total das suas remunerações. O juro máximo é de 2,1% ao mês.

Para solicitar o empréstimo consignado, os servidores devem dirigir-se a uma agência do Banco do Brasil munidos dos documentos necessários, conforme exigido pela instituição financeira. É fundamental que cada servidor faça uma análise criteriosa da capacidade de pagamento antes de contratar o empréstimo, evitando comprometer sua saúde financeira.

Número:

R$ 257,7 mi – Foi o valor obtido pelo Governo do Estado em negociação com o BB pela Folha de Pessoal com validade de 86 meses

Mais artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimos artigos