14.7 C
Ouro Branco

OURO BRANCO: Após denúncia ao MP, prefeito decide pagar salários atrasados de entrevistadoras do Criança Feliz

Anúncios

Depois de intensa pressão política que culminou até em uma denúncia ao MP (Ministério Público), o prefeito de Ouro Branco-RN, Samuel Souto, autorizou o pagamento das entrevistadoras contratadas pelo município para o Programa Criança Feliz.

O Programa Criança Feliz consiste em visitas domiciliares realizadas pelos visitadores às famílias que fazem parte do programa. No entanto, as entrevistadoras não recebiam os pagamentos, que chegam a R$ 1.000 por mês, desde o ano passado, embora o programa tenha continuado em atividade.

Após denúncia ao MP e pressão de vereadores, parentes das entrevistadoras.

As entrevistadoras foram somente incluídas no orçamento de 2023 na última sexta-feira (10/03), após a denúncia 02.23.2004.0000013/2023-55 chegar aos holofotes do Ministério Público, que apura irregularidades na execução do Programa Criança Feliz. Na consulta pública, é possível identificar que o prefeito foi notificado em 16 de fevereiro, e somente tomou providência após pressão de vereadores, parentes das entrevistadoras.

Alguns apoiadores do prefeito Samuel Souto, eleito pela ex-prefeita Fátima Silva, têm defendido nas redes sociais que a gestão do prefeito é a melhor de Ouro Branco, criando uma imagem fantasiosa que tem sido revelada gradualmente e mostra uma conduta relativamente descuidada do gestor.

Os dados foram coletados do Portal da Transparência da Prefeitura de Ouro Branco.

FONTES:

https://consultapublica.mprn.mp.br/procedimento/465799

O programa — Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome (www.gov.br)

https://transparencia.lemarq.inf.br/menu/?uf=rn&rnp=rnp092

Mais artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimos artigos