13.9 C
Ouro Branco

Americana, no interior de São Paulo, confirma morte de paciente por febre maculosa

Anúncios

A Vigilância Epidemiológica da cidade de Americana, em São Paulo, confirmou a morte de uma paciente de 58 anos por febre maculosa. O caso estava sob investigação, e o laudo do Instituto Adolfo Lutz confirmou, nesta sexta-feira (16), a doença como a causa do óbito.

Há ainda nove casos suspeitos aguardando confirmação, sendo que um deles esteve na Fazenda Santa Margarida, em Campinas, foco do surto da doença que deixou quatro pessoas mortas.

Segundo a prefeitura, o caso é considerado importado, tendo a infecção acontecido provavelmente em Limeira. A morta era uma mulher de 58 anos, moradora de Americana, que começou a apresentar os sintomas da doença no dia 4 de junho, com febre, dor de cabeça, náusea, vômito, dores musculares e prostração geral. No dia 7, ela procurou ajuda médica e foi internada, tendo morrido no dia seguinte.

A Prefeitura de Americana disse que irá reforçar a campanha de conscientização que já realiza regularmente. Mais placas serão instaladas nos locais de risco e outras ações, como distribuição de cartazes e panfletos, serão ampliadas.

Limeira e Americana são cidades próximas de Campinas, onde até o momento quatro mortes por febre maculosa foram confirmadas na última semana. Há ainda outros dois casos em investigação. Todos tem relação a Fazenda Santa Margarida, propriedade rural palco de shows de artistas como Seu Jorge, Ivete Sangalo e Gusttavo Lima.

Mais artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimos artigos