13.5 C
Ouro Branco

Adolescente de 15 anos fica ferida após rojão entrar por janela de apartamento na Grande Natal; ‘Ficou abalada’, diz mãe

Anúncios

Família mora no terceiro andar de um prédio em Parnamirim. Rojão entrou pela janela enquanto jovem estudava e causou queimaduras nas duas pernas e próximo ao olho.

Uma adolescente de 15 anos de idade ficou ferida após um rojão disparado na rua invadir o quarto dela pela janela. A jovem mora no 3º andar de um prédio que fica no bairro Parque das Nações, em Parnamirim, na Região Metropolitana de Natal.

O fato aconteceu no dia 19, mas ganhou notoriedade nesta semana. A adolescente teve queimaduras nas duas pernas e também ficou ferida próximo ao olho.

Era por volta das 16h30 quando o rojão foi disparado. A mãe da adolescente conta que ouviu um barulho “ensurdecedor”, mas não imaginou que o rojão tivesse explodido dentro do próprio apartamento.

“De repente nós escutamos aquela bomba estourando. A princípio, não pensávamos que tinha sido aqui dentro de casa, mas sim fora. E nos assustou. Minha filha gritou. Achávamos que era porque ela tinha ficado assustada, mas os fogos atingiram também o corpo dela”, contou Joselma Faustino, mãe da adolescente.

Joselma estava na sala, enquanto a filha estudava no quarto, com a janela aberta.

“Pelo fato do barulho ter sido tão alto, ela chegou a ficar sem ouvir momentaneamente. Foi algo que a deixou mais sensibilizada ainda. Ela entrou em desespero, ficou muito mal, chorava bastante, não sabia como lidar com a situação”.

O fogo também queimou uma parte do colchão da adolescente, deixando um buraco. Parte da embalagem do rojão que é disparo junto também caiu no quarto.

A mãe contou que após o ocorrido levou a filha para o pronto-socorro para saber a gravidade das lesões e depois registrou um boletim de ocorrência.

“É algo que também ficou no psicológico dela. não é algo apenas físico, mas também psicológico, que vai ficar abalada por muito tempo”, lamentou Joselma.

Recomendações do Corpo de Bombeiros

Buscar o atendimento médico é exatamente o procedimento recomendado pelo Corpo de Bombeiros após um acidente deste tipo.

“Acionar a corporação ou seguir diretamente para o hospital para que seja realizado o primeiro atendimento. Como as pessoas não tem noção real do nivel da queimadura é interessante seguir direto para o hospital”, explicou o major Jonas.

O militar disse ainda que a recomendação para quem solta fogos é fazer isso sempre de maneira orientada e seguindo as dicas que constam nas embalagens dos produtos. Além disso, ter cuidado com crianças.

“Dependendo da proporção, no caso de grandes eventos como são aquelas queimas, tem que haver um profissional adequado para fazer isso. A pessoa deve evitar de fazer isso em casa, o que inclusive não é permitido”, disse.

“Já esses fogos comuns que são utilizados no dia a dia é muito importante ter cuidado com crianças. Geralmente elas vão fazer uso sem orientação de um adulto. É bom estar sempre acompanhada e sendo orientada. Os adultos devem ler as instruções nas embalagens e fazer os devidos cuidados”.

A mãe da adolescente pede para que as pessoas evitem esse tipo de rojão. “Alertar às pessoas que não comprem mais esse tipo de fogos. Hoje foi minha filha, amanhã pode ser de outra pessoa e pode ser ainda mais grave”, lamentou.

Mais artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimos artigos