23.9 C
Ouro Branco

Redação Enem 2023: invisibilidade do trabalho de cuidado feito pelas mulheres é destaque na prova

Anúncios

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2023 escolheu para a redação deste ano o tema “Desafios para o enfrentamento da invisibilidade do trabalho de cuidado realizado pela mulher no Brasil”. A informação foi divulgada pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) no final da tarde deste domingo (5), primeiro dia de prova da edição deste ano, quando os candidatos tiveram que resolver ainda questões de ciências humanas, linguagens e códigos.

A escolha feita para a redação segue a tendência do Enem de eleger para a prova escrita assuntos de impacto e relevância social. Em 2022, por exemplo, os alunos tiveram que redigir texto sobre os desafios para a valorização de comunidades e povos tradicionais no Brasil. As regras do concurso exigem do aluno a produção de um texto de até 30 de linhas com perfil dissertativo-argumentativo.

As demais provas do Enem 2023 serão aplicadas no próximo domingo (12), com questões de ciências da natureza e suas tecnologias e matemática e suas tecnologias. De acordo com o Ministério da Educação, pasta à qual o Inep é vinculado, o exame deste ano é voltado para 3,9 milhões de candidatos inscritos. Há também cerca de 380 mil profissionais envolvidos em toda a cadeia relacionada ao Enem, desde a aplicação do exame em sala de aula até a patrulha policial que acompanha a logística das provas nos locais.

Ocorrência

Na tarde deste domingo também surgiu uma ocorrência que chamou a atenção da organização do Enem: circulou na internet uma foto de uma página da prova em que se exibia o tema da dissertação. Não se sabe se a imagem foi registrada antes ou depois do horário de aplicação do exame, que começou às 13h30min. Assim como outros concursos, o Enem proíbe a utilização de celulares ou quaisquer dispositivos eletrônicos durante a prova. O Inep acionou a Polícia Federal para pedir uma investigação da ocorrência.

Mais cedo, o presidente Lula (PT) visitou, neste domingo (5), a sede do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), em Brasília (DF). Ligada ao Ministério da Educação (MEC), a autarquia é a responsável pela organização do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), que realiza nesta tarde o seu primeiro dia de provas em 2023. Acompanhado da esposa, Janja da Silva, e dos ministros da Comunicação, Paulo Pimenta, e da Educação, Camilo Santana, o petista comentou a preocupação com a situação das escolas que ficaram sem energia após o temporal que abalou São Paulo (SP) e cidades vizinhas. Ele afirmou que as chuvas não irão perturbar a realização das provas no país.

Ao todo, o Enem recebeu 3,9 milhões de inscrições, que representa um crescimento de 13,1% em relação ao ano passado.

Mais artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimos artigos